Mais um resultado fiscal acaba de ser apresentado pela BlackBerry… De acordo com dados divulgados oficialmente o período denominado “Q2- 2020” teve mais uma vez aumento de vendas e outras notícias muito promissoras.

Se você ainda não leu o resultado fiscal Q2-2020, segue em anexo abaixo:

• “Receita total não-GAAP da empresa de US $ 261 milhões, ou 22% de crescimento ano a ano; receita GAAP total da empresa de US $ 244 milhões, ou 16% de crescimento ano a ano“.

• “Receita total de software e serviços não-GAAP de US $ 256 milhões, ou crescimento de 30% ano a ano; receita total de software e serviços GAAP de US $ 239 milhões, ou crescimento de 24% ano a ano“.

• “Total da empresa não-GAAPearnings por ação básica e diluída de US $ 0,00; Perda GAAP de ações básicas de US $ 0,08 e Perda GAAP de ações diluídas de US $ 0,10“.

• “O fluxo de caixa livre total da empresa gerou US $ 14 milhões, conforme relatado”.

(Obs: Negrito nosso).

——————————————–

“A receita total não-GAAP da empresa para o segundo trimestre do ano fiscal de 2020 foi de US $ 261 milhões, um aumento de 22% no ano. A receita total do GAAP da empresa para o segundo trimestre do ano fiscal de 2020 foi de US $ 244 milhões, um aumento de 16% em relação ao ano anterior. A receita total de software e serviços não-GAAP foi de US $ 256 milhões, um aumento de 30% no ano. A receita total de software e serviços GAAP foi de US $ 239 milhões, um aumento de 24% em relação ao ano anterior. A receita recorrente de software e serviços não-GAAP do segundo trimestre (excluindo licenciamento IP e serviços profissionais) foi superior a 90% .A margem bruta não-GAAP foi de 75% e a margem bruta GAAP foi de 72%.”

• “O lucro operacional total não-GAAP da empresa foi de US $ 2 milhões. O prejuízo operacional total do GAAP da empresa foi de US $ 43 milhões. A participação no lucro não-GAAP foi de US $ 0,00 (básico e diluído). A perda líquida GAAP foi de US $ 0,08 por ação básica e US $ 0,10 por ação diluída. O lucro líquido em GAAP inclui US $ 36 milhões em despesas de amortização de ativos intangíveis adquiridos, US $ 14 milhões em despesas com remuneração de ações, US $ 2 milhões em encargos de aquisição e integração, um benefício de US $ 23 milhões relacionados ao ajuste do valor justo das debêntures e outros valores, conforme resumido na tabela abaixo.”

• “O caixa total, equivalentes de caixa, investimentos de curto e longo prazo era de US $ 938 milhões em 31 de agosto de 2019. O fluxo de caixa livre gerado, antes de considerar o impacto das despesas de aquisição e integração, custos de reestruturação e processos judiciais, foi de US $ 17 milhões. O caixa gerado pelas operações foi de US $ 18 milhões e as despesas de capital foram de US $ 4 milhões.”

———————————————–

De acordo com John Chen (CEO BlackBerry):

No trimestre, nossos negócios de QNX, Cylance e Licenciamento tiveram um desempenho superior ou superior às nossas expectativas. Alcançamos ganhos por ação não-GAAP equilibrados e geramos fluxo de caixa livre, mesmo com o aumento dos investimentos em vendas e desenvolvimento de produtos para apoiar o crescimento futuro“.

Somos encorajados pela recepção positiva do BlackBerry Intelligent Security e temos vários lançamentos empolgantes de novos produtos nos próximos seis meses“.

(…)

————————————————–

Enfim, estes são os resultados, novamente promissores.

Diante do resultado apresentado, acreditamos muito no futuro da BlackBerry como uma excelente empresa de soluções empresariais no mercado de software e serviços

Agora é aguardar noticias da BlackBerry Mobile sobre o futuro dos dispositivos móveis BlackBerry.

O que acham do resultado fiscal ? Os comentários estão liberados.

Fonte:

https://www.blackberry.com/content/dam/blackberry-com/Documents/pdf/financial-reports/2020/q2y2020/Q220-Press-Release.pdf