No dia 26 de Junho de 2019 (ontem) a BlackBerry anunciou mais um resultado fiscal em seu site de notícias para investidores.

De acordo com informações divulgadas, mais um recorde foi batido e a receita total GAAP total da empresa cresce 16% ano a ano. 😀

E tem muita mais notícia boa.

Abaixo, seguem os destaques do anuncio:

* Receita não-GAAP do primeiro trimestre do ano fiscal de 2020 de US $ 267 milhões, ou 23% de crescimento ano a ano; Receita GAAP total da empresa de US $ 247 milhões, ou 16% de crescimento ano a ano.

* Receita total de Software e Serviços não-GAAP do primeiro trimestre do ano fiscal de 2020 de US $ 260 milhões, um recorde de alta trimestral; Receita total de software e serviços GAAP de US $ 240 milhões.

* Crescimento de receitas não-GAAP de Software e Serviços (excluindo Cylance) no primeiro trimestre do ano fiscal de 2020 de 8% ano a ano; Crescimento de receita de software e serviços GAAP BlackBerry (excluindo Cylance) de 10% ano a ano.

* Lucro não-GAAP do primeiro trimestre fiscal de 2020 por ação básica e diluída de US $ 0,01; Perda GAAP por ação básica de US $ 0,06 e perda GAAP por ação diluída de US $ 0,09

* Uso do fluxo de caixa livre do primeiro trimestre fiscal 2020 de US $ 49 milhões, antes de considerar o impacto das despesas de aquisição e integração, custos de reestruturação e processos judiciais; uso de fluxo de caixa livre de US $ 66 milhões, conforme relatado.

(Obs: Negrito nosso).

——————————————–

* A receita total não-GAAP da empresa para o primeiro trimestre do ano fiscal de 2020 foi de US $ 267 milhões, um aumento de 23% ano a ano. A receita total GAAP da empresa para o primeiro trimestre do ano fiscal de 2020 foi de US $ 247 milhões, um aumento de 16% ano a ano. Receita total de software e serviços não-GAAP de US $ 260 milhões, um aumento de 35% ano a ano. A receita total de software e serviços GAAP foi de US $ 240 milhões, um aumento de 27% ano a ano. A receita de software e serviços não-GAAP recorrente do primeiro trimestre (excluindo licenciamento de IP e serviços profissionais) foi superior a 90%. A margem bruta não-GAAP foi de 75% e a margem bruta GAAP foi de 72%.

* O lucro operacional não-GAAP foi de US $ 5 milhões. A perda operacional GAAP foi de US $ 36 milhões. Os ganhos não-GAAP por ação foram de US $ 0,01 (básico e diluído). O prejuízo líquido GAAP foi de US $ 0,06 por ação básica e US $ 0,09 por ação diluída. O prejuízo líquido GAAP inclui US $ 35 milhões para despesas de amortização de intangíveis adquiridas, US $ 17 milhões em despesas de compensação de ações, US $ 1 milhão em despesas de aquisição e integração, um benefício de US $ 28 milhões relacionados ao ajuste de valor justo das debêntures e outros valores resumidos em uma tabela abaixo.

* O caixa total, equivalentes de caixa, investimentos de curto e longo prazo foi de US $ 935 milhões em 31 de maio de 2019. O fluxo de caixa livre utilizado antes de considerar o impacto das despesas de aquisição e integração, custos de reestruturação e processos judiciais foi de US $ 49 milhões. O caixa utilizado nas operações foi de US $ 64 milhões e os gastos de capital foram de US $ 2 milhões.

———————————————-

John Chen (CEO BLackBerry) afirmou:

Estamos prontos para um bom começo para alcançar nossas perspectivas financeiras para o ano fiscal de 2020“.

“Estamos à frente de nossa agenda em nossa integração com o Cylance, ao mesmo tempo em que investimos nas oportunidades certas para gerar crescimento e lucratividade de longo prazo para o BlackBerry. Os clientes estão ansiosos pelo nosso robusto ciclo de produtos este ano, com mais de 30 novos produtos e serviços de comunicação segura a serem lançados”.

———————————————

Não poderíamos deixar de compartilhar com vocês este incrível resultado fiscal BlackBerry.

Mais uma vez fica claro através dos documentos contábeis, que a BlackBerry continua crescendo em várias áreas de tecnologia, segurança e comunicação.

Fonte: Site oficial de notícias BlackBerry.